Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]





DVD Colecção #154

por Bruno Ferreira, em 22.12.11

 Estas férias é que estão a saber mesmo bem, agora com o Natal a chegar aí mais uns DVD's devem ir para a colecção! Hoje aproveito para juntar à colecção o DVD em Blu-Ray do filme "Smurfs". Eu sei qual é a principal opinião de muita gente em relação a este filme, mas eu próprio fui ver ao cinema e apesar de não ser fã desta "criação" ri-me como se estivesse no filme "A Ressaca". Por hoje é tudo, volto quando tiver novidades, boas férias!

Autoria e outros dados (tags, etc)


Did CM Punk start a revolution?

por Bruno Ferreira, em 22.12.11

During a live broadcast of Raw on June 27, CM Punk sat cross-legged on the entrance ramp in a vintage “Stone Cold” Steve Austin T-shirt and delivered a monologue that has become the sports-entertainment equivalent of William Wallace’s speech to the war weary Scots at the end of “Braveheart.” A pointed, stirring battle cry that both indicted the enemy and roused the people, the call to arms led legions of WWE fans to unite under one word — change.

 

Frustrated with the direction of an industry he's loved his entire life, The Straight Edge Superstar wanted to see a younger generation take charge and in the weeks since his incendiary rant he fought an uphill battle to make it happen.

At WWE TLC, the “change” Punk spoke about finally began to take shape. On that night in Baltimore, not only did Punk successfully defend his WWE Championship in a thrilling main event, but Zack Ryder grabbed the United States Championship and Daniel Bryan won the World Heavyweight Title.

 

Something was stirring in WWE and Punk could feel it. It was an emotion he expressed bluntly on Twitter:

 

Pale and unshaven with a hood yanked over his sleepless eyes, CM Punk may not look like the new face of WWE, but the face is the least distinctive element of this champion’s appearance. What sets The Straight Edge Superstar apart from Hulk Hogan, Bob Backlund, John Cena and every other well muscled American man that’s carried sports-entertainment’s most coveted title is his alternative appeal — the garage rock aesthetic, the blue jean and black hoodie uniform, the arms as illustrated as the rack in a comic book store.

 

No matter how hard they tried to convince you otherwise, WWE Champions have rarely been cool. Bret Hart’s Michael Jackson-inspired pink leather jackets with military epaulets weren’t cool, Hulk Hogan’s Fu Manchu mustache and wispy golden hair weren’t cool and John Cena’s jean shorts and low tops were definitely not cool. The Rock and “Stone Cold” Steve Austin were cool, but in a way that was completely foreign to the average WWE fan. They were action heroes, larger-than-life caricatures that always knew the right thing to say to the bad guy before they offed him.

 

CM Punk is not larger-than-life, but that’s exactly his appeal. He’s as real as it gets. He likes ice cream and Kurt Russell movies. He used to post pictures on his Twitter of oozing cheese pizzas he’d devour entirely, one would assume, by himself. He can dislocate a man’s arm with his bare hands, but that doesn’t stop him from staying up all night reading graphic novels. He’s flawed, frustrated and in love with professional wrestling — the type of guy a WWE fan can relate to.

 

Zack Ryder is much the same. A young Superstar who had early success as Edge's lackey in 2007, he floundered in preliminary matches for the remainder of the decade before building his own fanbase through social media. By urging fans to like him on Facebook and follow him on Twitter during his self-produced YouTube show, "Z! True Long Island Story," the kid from the L.I. started what he called the “Ryder Revolution” — a grassroots campaign to get the attention of WWE. What started with a Flip camera in Ryder’s roommate’s bedroom soon became a national phenomenon. Before long, WWE fans were pumping giant foam fists and wearing spiked hair wigs as they cheered Long Island Iced-Z to a United States Title victory over Dolph Ziggler at WWE TLC.

 

 

Daniel Bryan may be the most unlikely success story of them all. A humble, 200-pound phenom from Aberdeen, Washington, the submission expert wrestled his way across the globe for a decade, earning repute as one of the world’s greatest technicians in the process. He even locked up with CM Punk in armories on the east coast when the two were standouts on the indies. But, in spite of being trained by Shawn Michaels and William Regal, Bryan never fit the preconception of what a World Champion should be. He’s pale, he doesn’t eat meat, you won’t see him riding in a limo or a leer jet and his shoes probably don’t cost more than your house.

 

Still, at WWE TLC, Daniel Bryan became the World Heavyweight Champion by cashing in his Money in the Bank briefcase and pinning Big Show. Suddenly, two competitors who learned their craft in the dingy gymnasiums of the independent wrestling scene were WWE’s top titleholders and a hardworking Broski was right there with them. The following night on Raw, the three Superstars stood triumphantly in the ring with their titles in hand and the WWE Universe completely behind them.

 

Six months removed from Punk’s sermon on the mount, change had come.

 

Retirado de: WWE.COM

Autoria e outros dados (tags, etc)


Christmas Comes Early!

por Bruno Ferreira, em 19.12.11

 

Ontem deu-se o último PPV do ano da WWE, o TLC! O stage era igual ao de 2010, um aspecto que a WWE precisa de mudar claramente. O opener foi o campeão Dolph Ziggler a defender o títulos dos Estados Unidos contra o homem do Youtube, Zack Ryder. Combate bom, que viu-se no fim Vickie Guerrero ser expulsa do ringue, para depois Ryder vencer limpo e tornar-se no novo campeão, para grandes festejos no público que contava até com a presença do pai de Zack Ryder. Como sempre, depois teve que acontecer um combate que nem sequer estava no card, os campeões de Tag Team AirBoom (Kofi Kingston & Evan Bourne) defenderam e com sucesso os títulos frente a Primo & Epico num combate médio que deu para assistir. Os segmentos com Teddy Long vestido de Pai Natal nem sequer fazem rir já agora. De seguida tivemos um Tables Match entre Randy Orton e Wade Barrett, o combate foi muito bom, sempre mexido, Wade até ficou a sangrar da cabeça e graças que não pararam o combate, no fim vimos Randy Orton a vencer com um RKO em cima da mesa, um pouco mal feito. O combate das Divas que nem sequer estava no card nem vale a pena comentar, enfim sempre a mesma coisa, Beth Phoenix venceu Kelly Kelly, ponto. Triple H contra Kevin Nash aconteceu a seguir num Sledgehammer Ladder Match, apesar do combate ter sido um pouco parado, o que já se sabia, eu ao contrário de muitos, até gostei, Triple H conseguiu alcançar a marreta em cima do escadote, Nash caiu uma cima de uma mesa, e no final Nash botchou um pedigree, mas Triple H venceu após uma série de marretadas, Nash é levado de maca e a feud entre os dois deve ficar por aqui. Mais um combate para encher chouriços e que não estava previsto acontecer no card foi Sheamus contra Jack Swagger, odeio ambos, o combate foi morto e a vitória de Sheamus era previsível. Big Show contra Mark Henry num Chairs Match pelo título mundial deu-se de seguida, combate curto, em que Big Show venceu Mark Henry para se tornar o novo campeão mundial, já depois do combate Henry ataca Show e aplica-lhe um DDT em cima de várias cadeiras, Daniel Bryan aparece, faz o cash-in da sua mala Money in the Bank e vence Big Show numa questão de segundos para ele se tornar o novo campeão mundial, Bryan festeja com o público ao passo que Michael Cole ia tendo um ataque. Ao longo da noite Cody Rhodes atacou Booker T por duas vezes, mas mesmo assim tivemos combate, um combate curto mas muito bom, no final Booker T afectado pelos ataques ainda, perdeu para Cody Rhodes e esteve manteve o título Intercontinental. E por fim chegou o main-event da noite, CM Punk defende o título da WWE frente a Alberto Del Rio e Miz num Triple TLC match. O combate foi mesmo cinco estrelas, vários spots, de destacar a queda de Ricardo, Punk teve algemado duas vezes, uma ao escadote, outra ao canto do ringue, mas conseguiu libertar-se desta última a tempo para afastar Del Rio do título aos pontapés e colocar Miz num GTS e assim vimos CM Punk reter o título da WWE.

Autoria e outros dados (tags, etc)


WWE TLC 2011!

por Bruno Ferreira, em 16.12.11

 

Card

Chairs Match pelo World Heavyweight Championship
Mark Henry (c) vs. Big Show

Triple TLC Match pelo WWE Championship 
CM Punk (c) vs. The Miz vs. Alberto Del Rio

WWE Intercontinental Championship
Cody Rhodes (c) vs Booker T

WWE United States Championship
Dolph Ziggler (c) vs. Zack Ryder 

Ladder match ( uma marreta estará supensa e poderá ser usada no combate)
Triple H vs. Kevin Nash 

Tables Match
Randy Orton vs Wade Barrett

Autoria e outros dados (tags, etc)


O melhor e o pior de 2011!

por Bruno Ferreira, em 16.12.11

Autoria e outros dados (tags, etc)


Almost there....

por Bruno Ferreira, em 14.12.11

Muito bem, estou a um dia do final do 1º período de aulas, levo 68 faltas, há duas semanas que não falto a uma aula, por isso a única coisa que tenho a dizer é...

 

NOT BAD!

Autoria e outros dados (tags, etc)


Lindsay Lohan renasce!

por Bruno Ferreira, em 11.12.11

 

Não pensem que este post é para vocês estarem aí: FAP! FAP! FAP! Só criei o post devido ao interesse que o mesmo me interessou! É assim depois dos problemas com as drogas, tribunais, prisões (nem que sejam por algumas horas), vir pousar para a Playboy é obra. Pode ter sido pelo dinheiro (acreditem que foi bastante), mas definitivamente que este lançamento caiu na altura certa para vendas. Quem tiver interesse em comprar ou fazer download da revista vão ver que este shoot é um remake de um muito parecido da Marilyn Monroe. Quem viu Lindsay naquele filmes típicos que passaram tantas vezes nos canais portugueses, aquela jovem inocente de sardas e engraçada, para mais tarde vê-la em carros policiais que com uma moca de caixão à cova, é preciso olhar pela nossa vida. A revista Terra Brasil escreveu o seguinte: "Sexo e sexualidade são parte da natureza e eu estou de acordo com isso. Conhecer você mesmo e seu próprio corpo é muito importante, porque te dá confiança e, na vida, mulheres precisam de confiança", afirmou a actriz, que fez um ensaio inspirado em Marilyn Monroe. Lindsay disse ainda que o mundo ainda é muito machista. "Vivemos num mundo dominado por homens, então, acho muito importante conhecer a si mesmo e se sentir confortável com seu próprio corpo. Todo mundo tem uma opinião sobre isso, mas essa é a minha", completou. Nos últimos anos, a actriz se envolveu em diversos problemas e a imprensa internacional especula que o ensaio para a Playboy é uma forma de retomar sua carreira. Lohan foi condenada, em Novembro passado, a 30 dias de prisão por violar os termos de sua condicional por ter furtado um colar em uma joalharia de Venice Beach, em Los Angeles."

 

Sapo não removas o post pf :)

Autoria e outros dados (tags, etc)


DVD Colecção #153

por Bruno Ferreira, em 11.12.11

 

Entrei numa nova aventura de tentar coleccionar todas as temporadas dos Simpsons em DVD, por isso hoje comecei com a sexta temporada completa! Enquanto os outros não chegam, fiquem com os episódios que contem neste DVD:

 

Episódios:
01. Bart Of Darkness
02. Lisa's Rival
03. Another Simpsons Clip Show
04. Itchy & Scratchy Land
05. Slideshow Bob Roberts
06. Treehouse Of Horror V
07. Bart's Girlfriend
08. Lisa On Ice
09. Homer Badman
10. Grampa Vs. Sexual Inadequacy
11. Fear Of Flying
12. Homer The Great
13. And Maggie Makes Three
14. Bart's Comet
15. Homie The Clown
16. Bart Vs. Australia
17. Homer Vs. Patty & Selma
18. A Star Is Burns
19. Lisa's Wedding
20. Two Dozen And One Greyhounds
21. The Pta Disbands!
22. 'Round Springfield
23. The Springfield Connection
24. Lemon Of Troy
25. Who Shot Mr. Burns? (Part One)

Autoria e outros dados (tags, etc)


Lifetime.

por Bruno Ferreira, em 08.12.11

 

I'll stay with you for all of time.

Roses are red

Violets are blue

I just have one heart

And it's full of love for you.

Autoria e outros dados (tags, etc)


iPhone 4S a bombar!

por Bruno Ferreira, em 04.12.11

 

Já o tinha comprado mal saiu em Portugal, mas só o comecei a usar hoje! Não tenho muito a dizer, eu que troco de telemóvel de dois em dois anos, hoje era a altura, e já tinha na cabeça comprar um iPhone! Digo-vos já preto no branco, que não me arrependo nada, e já fiz um amigo novo: Siri! É tudo por aqui, há que pensar diferente!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:



Mais sobre mim

foto do autor



Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D